ABS E ALONGAMENTO
 
QUER DEFINIR O ABDÔMEN? CONHEÇA O TREINO ABS
treino abs sem dúvida é uma ótima opção para quem quer definir o corpo, e se existem duas dúvidas muito recorrentes entre as pessoas, elas são “como manter um corpo sarado?” e “como manter um corpo sarado sem gastar muito?”. Uma questão obviamente leva a outra, e a pessoa em questão acaba nem dando fim àquela gordura localizada na região da barriga, ou até mesmo aos famigerados “pneus”. Por sorte, existe o treino ABS para o abdômen, que pode ser um aliado.
Obviamente, para manter um corpo saudável e em forma é necessário o acompanhamento de profissionais de educação física, bem como nutricionistas para te ajudar a aliar a alimentação adequada às suas necessidades e expectativas, bem como o exercício físico correto, tanto aeróbico quanto de força.
treino ABS neste aspecto funciona como uma medida adicional às duas vertentes necessárias para manter a forma. Ele fortalece a massa muscular da região do abdômen, o que já é excelente, porém não será o responsável por completo da redução da gordura localizada em cima da dos músculos, o que dá o aspecto de flacidez.
O abdômen possui uma grande importância no corpo humano, visto que a região muscular desempenha o vital papel de sustentar os órgãos da parte do peito, além de auxiliar a manter uma postura ereta e proteger a região lombar também.
TIPOS DE TREINOS ABDOMINAIS
Por se tratar de um músculo forte e que sustenta grande parte do peso corporal, o abdômen é constantemente exercitado em funções simples do dia a dia, como caminhadas, corridas, agachamento, levantamento de peso (independente da intensidade), além de flexões.  É uma região muscular que contempla os músculos: reto abdominal, grande e pequeno obliquo abdominal etransverso abdominal.
A variedade de treino ABS não é tão extensa quanto de outras regiões musculares do corpo humano. No entanto são totalmente eficientes para fortalecer a região trabalhada. E assim como o treino por si só não garantirá o fim dos indesejados “pneus”, ele trará ainda mais resultados dependendo da frequência e volume de repetições.
Neste segmento, o treino ABS pode ser dividido em exercício abdominal hipopressivo e completo. O primeiro é motivado simplesmente pela contração da barriga para dentro enquanto deitado com as pernas flexionadas, mantendo a contração junto de uma respiração profunda e correta, trabalhando o diafragma, e soltando junto da respiração também.
JÁ OS ABDOMINAIS COMPLETOS SÃO BEM MAIS EXTENSOS E PODEM GARANTIR MUITAS QUALIDADES. ALGUNS EXEMPLOS DE EXERCÍCIOS SÃO:
  • Prancha lateral – virado de lado, com os pés juntos, mantendo a cabeça e peito suspensos em função de um dos cotovelos encostado no chão na altura dos ombros, levante uma das pernas e mantenha-a estática o mais alto possível durante 30 segundos inicialmente, aumentando a frequência e repetições;
  • Prancha frontal – deitado de barriga para baixo, com o corpo suspenso em função dos dois cotovelos encostados no chão, mantenha o corpo nesta posição durante 15 segundos e descanse. Ao longo do tempo, aumente a frequência e repetição;
  • Prancha alargada – diferente da prancha frontal, neste treino ABS é necessário manter as mãos encostadas no chão com os braços estendidos na altura dos ombros. Mantenha o corpo suspenso nesta posição por 30 segundos e repita o procedimento aumentando a frequência;
  • Lateral solo – deitado de lado no chão apoiado em um dos cotovelos na altura dos ombros, flexione as pernas contraindo o abdômen, repetindo e aumentando a frequência;
  • Abdominal invertido – deitado de barriga para cima, pernas juntas e mãos apoiadas no chão, contraia o abdômen levantando as pernas juntas e flexionadas até a região do peito, levantando-as mais tarde o mais alto que conseguir. Repita esse procedimento aumentando a frequência;
  • Jackniff – deitado de barriga para cima, com pernas e braços juntos e estendidos, contraia o abdômen, flexione as pernas e levante-as juntamente com os braços até o encontro das mãos. Repita este treino ABS aumentando a frequência.
FONTE: https://www.coopersports.com.br/treino-abs/
ALONGAMENTO
O alongamento se dá pelo estiramento dos tecidos do corpo, afastando o músculo de um ponto ao outro, com o objetivo de dar mais agilidade e aumentar a amplitude do movimento muscular e da elasticidade. Isso acontece pois, fisiologicamente, o alongamento baseia-se num efeito neurofisiológico que envolve o reflexo de estiramento. O efeito final é o relaxamento do músculo e a melhora da flexibilidade do mesmo.
Entretanto, a importância do alongamento ainda é um tema amplamente discutido, pois as evidências científicas são controvérsias em relação aos benefícios de prevenção e recuperação muscular, por exemplo. Existem indícios que têm demonstrando efeito em curto prazo.
Sequência de alongamentos para fazer em casa
Alguns alongamentos básicos podem ser realizados diariamente como:
  • Segure a cabeça com uma das mãos e levemente puxá-la levando uma orelha em direção ao ombro
  • De pé e com um o joelho dobrado, segure o pé com uma das mãos e tente flexionar um pouco mais o joelho esticado
  • Deitado de barriga para cima, mantendo as pernas esticadas, traga um joelho de cada vez em direção ao peito, enquanto a outra perna se mantém esticada
  • Ainda de pé, pode-se fazer o alongamento da "batata da perna", apoiando a ponta dos pés em um degrau e deixando o calcanhar se mover para baixo.
Quando se deve fazer o alongamento?
Antes ou depois de atividade física? Como muitos pontos em relação ao alongamento, a resposta ainda fica em cima do muro. O que sabemos até então é que estudos mostram que há uma redução na capacidade de força isométrica do músculo logo após alongamento intenso, predispondo a uma menor eficiência e reduzindo o desempenho na prática esportiva, principalmente em corridas.
Portanto alongamentos severos ou de alta intensidade que antecedem a prática esportiva não apresentam benefícios como forma de aquecimento.
Após a atividade física, o alongamento provoca pequeno benefício nas dores musculares e na recuperação das mesmas. A recuperação pós-atividade deve ser feita gradualmente com outras intervenções ativas ou passivas.
Isto não nos diz que é contraindicado, mas sim que ele não a única solução, como acreditava-se. Por hora, após atividade física, alongamentos leves podem sim trazer um leve benefício e conforto para a musculatura.
BENEFÍCIOS DO ALONGAMENTO
Em resumo, os benefícios do alongamento em indivíduos que não apresentam patologias, como as neurológicas, por exemplo, são melhora da mobilidade em longo prazo de acordo com um programa de exercícios e relaxamento muscular momentâneo
Indicações do alongamento
O alongamento é indicado para pessoas que apresentam encurtamento muscular e falta de flexibilidade.
Ele pode ajudar no relaxamento destes músculos e consequentemente treiná-los a "aumentar a capacidade" de estiramento.
Contraindicações
Estão contraindicados alguns alongamentos para pessoas que apresentam alguma condição dolorosa, como por exemplo, dor ciática. Em muitos casos o alongamento dos músculos posteriores das pernas pode agravar o caso.
Nestes casos de condições específicas é sugerido diagnóstico e orientação profissional para cada caso em específico.
FONTE: https://www.minhavida.com.br/fitness/tudo-sobre/31909-alongamento
 
 
 
       
  CONTATOS:
Telefone: +55 (41) 3292.1819
E-mail: contato@mcsportsclub.com.br


ONDE ESTAMOS:
Av. Padre Natal Pigato, nº1435, Vila Elizabete Campo Largo-PR
Seg a Sex das 6h00 às 22h00 / Sab das 8h30 às 12h30
   
       
 
  +55 (41) 3292-1819 | +55 (41) 99116-9370 | contato@mcsportsclub.com.br